Quando desisti da Escrita… E o que me trouxe de volta

Oi pessoal, tudo bem com vocês?

 

Esta página foi criada para a divulgação do meu livro há algum tempo e faz alguns meses que a retirei do ar, tudo isso após passar por algumas decepções na minha carreira de escritor. Eu havia desistido da carreira de escritor e tinha jogado para o alto 4 anos de escrita.

sheldon papers

Há alguns dias comecei a pensar sobre o meu livro e o porquê de tê-lo escrito, eu me deparei com sérios questionamentos a respeito da ideia que eu tinha do que era ser um escritor.

Compartilho com vocês, se não um desabafo, mas um relato da minha experiência, pois acredito que a melhor forma de terapia é a escrita e ao mesmo tempo em que descarrego minhas frustrações de uma maneira positiva, acabo ajudando a pessoas que passam pelo mesmo dilema que eu tenho passado.

Acredito que muita gente irá se identificar com este texto e espero realmente ajudar de alguma forma, escritores e escritoras que algum dia pensaram em desistir de seus sonhos. A melhor maneira que achei para lhes contar esta história é desde o começo, então, vamos lá…



Sou escritor ou pelo menos tento escrever. Meu livro foi escrito há algum tempo, demorou 4 anos, mas finalmente ele havia ficado pronto. Como muito de vocês, eu sou um aspirante a escritor, tenho um livro, uma ideia, um sonho escrito, mas que ainda não foi concretizado. Nasci em uma cidade pequena no interior, me mudei para poder estudar e fiz graduação. Quem sonha um dia publicar seu livro e ser um escritor ou escritora tem sempre a ideia de viver da escrita, não é mesmo? Poder viver pela arte e para a arte, mas a vida nem sempre é como queremos e eu acabei fazendo um curso para poder entrar no mercado de trabalho, algo bastante distante do meu sonho.

Mas não me entendam mal, não estou reclamando, só de ter feito faculdade já faço parte de uma pequena parcela da população brasileira com determinados privilégios num país tão desigual. Fiz faculdade, trabalho com o que me formei, porém, este não era meu sonho e acredito que este seja o sonho de muitos que como eu se arriscam a colocar suas emoções e pensamentos no papel.

Infelizmente, pelo menos aqui no Brasil, é bem difícil viver somente da escrita. Tem uma pesquisa de 2013 que mostra que a maioria dos escritores e escritoras brasileiros não vivem somente da publicação de seus livros e precisam de empregos distintos para se sustentarem. É praticamente impossível viver só de venda de livros se você for escritor ou escritora, e isso é um banho de água fria em nós iniciantes que sonhamos em nos dedicar completamente a carreira.

menino chorando

Acredito que o sonho de todos nós escritores e escritoras é ver nossos livros um dia na estante de uma livraria, com uma capa maravilhosa e que instigue os leitores a desbravar o mundo que criamos em nossa imaginação.

O livro está pronto, ou quase pronto, pelo menos eu acredito, mas e a publicação? É nesta parte que reside a maioria de nossas frustrações, creio eu. Nós investimos tempo, parte de nossas vidas, suor e até mesmo dinheiro (que no meu caso é escasso) para tentar lançar nossa obra no mercado. Faz alguns anos que descobri o Wattpad e resolvi tentar, já participei de alguns concursos, mas até hoje não tive resultados positivos.

A plataforma digital do Wattpad é uma grande oportunidade para nós que desejamos compartilhar nossa obra com os outros, mas é preciso muito suor e dedicação, marketing e divulgação para que seu livro seja lido e avaliados por colegas escritores e escritoras que também tem o mesmo sonho. Você deve estar se perguntando, mas onde esse cara quer chegar?

duvida

Eu acredito que muitos escritores e escritoras tenham histórias parecidas com a minha, você escreve seu livro, não consegue publicá-lo pelos meios tradicionais, procura a publicação independente, divulgar o livro online e continua tentando, e tentando, mas sem obter o sucesso esperado.

 

Já ouviram falar de síndrome de impostor?

Sindrome-de-impostor-1920-3-1024x576

Quando chega o dia que você olha para sua história e pensa ser o pior escritor do mundo, por simplesmente não conseguir ter seu livro publicado ou lido. Além de toda minha obsessão com a publicação, houve um golpe que a vida costuma dar na gente, aquelas rasteiras para nos ensinar a ter o pé no chão e mostrar como a realidade não é aquilo que imaginamos.

carminha

Teve dias que cheguei a este nível de obsessão com a publicação, tudo que eu pensava era a publicação e esqueci do que realmente importa. Eu comecei a escrever para me livrar de minhas frustrações, desabafar no papel tudo que eu não conseguia falar, no começo eu escrevia para me sentir bem. É maravilhoso quando você está criando aquele mundo só seu, com suas regras, seus personagens, uma história nunca antes contada.

Mas depois, fiquei obcecado em publicar e acredito que me perdi no caminho. Eu estava usando métodos errados de divulgação, poluía a página do facebook com posts aleatórios e desnecessários, estava sendo um escritor chato, ansioso por leitores a qualquer custo. Acredito que errei justamente nesta vontade sem sentido por leitores sem me preocupar com a qualidade do que estava oferecendo ao público.

frajola obssessivo

Agora que paro para refletir, vejo que devo voltar ao que era antes, escrever para me sentir bem, para me alegrar e alegrar outras pessoas, tentar transmitir uma mensagem, não tentar me publicar a qualquer custo. O sonho de todo escritor e escritora é ser publicado, mas há todo um caminho a ser percorrido até lá e acredito que ainda estou no caminho e preciso crescer um pouco mais para mostrar minha história.

Meu conselho a vocês é: não desistam de seus sonhos, por mais que pareça clichê, simplesmente não desistam. Tenham o pé no chão, eu aprendi que querer nem sempre é poder. Vocês vão se decepcionar nesta jornada, vão se sentir impostores, vão achar sua história horrorosa, mas no fim vale a pena. Se é seu sonho ser escritor ou escritora, vá em frente. Lembre-se que poucos conseguem viver e retirar seu sustento plenamente desta atividade.

Pelo menos para mim, eu sei que eu preciso continuar com minha carreira acadêmica por mais um tempo, até algum dia, e se este dia chegar, realizar meu sonho de viver plenamente da escrita. O futuro é incerto, mas eu sei de uma coisa, nunca serei realizado, nunca me sentirei completo, se eu não conseguir olhar para mim no espelho e poder dizer que sou escritor, esta é minha profissão, esta é minha forma de viver e de partilhar o que sinto com os outros.


Agora que estou de volta, tentarei publicar um texto toda semana, narrando um pouco minha jornada na tentativa de ser um escritor e tentando passar o pouco do conhecimento que adquiri, minhas experiências e relatos que possam ajudar a vocês escritores e escritoras a não cometer erros que cometi na minha caminhada.

Até mais e obrigado por me ouvirem.


Tem alguma sugestão? Acredita que faltou algo no texto ou  que eu poderia melhorar? Estou aberto a sugestões e a perguntas, ficaria muito feliz em respondê-los.

Se você gostou, curta, compartilhe, deixe seu comentário e siga a Página no Face. O Selo de Bartholomeu pode ser lido de graça no WATTPAD.

Até mais pessoal, toda quinta tenho um texto novo para vocês.

facebook logoinstagram logotwitter logowattpad

No Comments Yet.

Leave a comment