Terminei meu livro e agora? Como publicar?

terminei meu livro

Terminei meu livro. E agora? Como publicar?

 

Por que é tão difícil ser escritor ou escritora no Brasil?

 

Se você achava a tarefa de escrever um trabalho árduo, imagine publicar seu livro e ter o retorno esperado.

Publicar um livro é mais difícil do que eu imaginava quando comecei a escrever.

Tudo bem que hoje temos plataformas online para divulgar o trabalho (Wattpad, Ebooks, Kindle). Porém, nosso sonho de ter aquele trabalho de anos impresso na sua mão com cheirinho de livro novo e distribuído em várias livrarias, vai demandar tempo e muito trabalho.

Separei o exemplo da jornada em passos com detalhes para tentar ajudar vocês que estão começando a ingressar na carreira literária.

Suponha que você tenha passado por todas as etapas da escrita (as quais abordarei em outro post), escrita, revisão ortográfica e gramatical, leitura crítica, correção de todas as falhas e furos de enredo, correção de absolutamente tudo que se pode corrigir antes de você poder falar para si mesmo: PRONTO, finalmente terminei meu livro.

E agora? Como publicar?

Aqui começa a verdadeira jornada do escritor e da escritora, pois mais difícil do que escrever é publicar um livro.

maquina de escrever



Você deseja publicar por editoras ou independentemente?

Há duas formas de publicar um livro no Brasil, ou você se arrisca com as editoras que aceitam originais e publicam o livro sem custo algum para você, mas que é infinitamente mais difícil devido a imensa demanda (milhares e milhares de autores e autoras como você que tem o mesmo sonho).

Ou você segue o rumo da publicação independente, onde você contrata uma empresa, geralmente uma agência literária para publicar (e isso envolve gráfica, design de capa, divulgação e marketing, distribuição para livrarias, tudo com seu devido custo de investimento caso você queira algum material de qualidade).

Há uma dificuldade nos dois métodos.

  • Se você optar por editoras, mesmo que você comece pelas pequenas (e sugiro que vocês comecem pelas pequenas, somente autores consagrados tem livros publicados pelas grandes editoras, suas chances como autor que nunca publicou são praticamente zero), você irá enfrentar um processo longo e demorado, tenha paciência e saiba esperar, por mais difícil que seja. Porém, se você conseguir, a editora cuidará de tudo, design, distribuição, marketing, ou seja, o custo financeiro para você será mínimo. Tenha em mente que por conta do investimento necessário feito pela editora, a maior parte dos lucros da venda dos livros ficarão com a editora.
  • Se você optar pela publicação independente, há a vantagem de os lucros das vendas serem destinados quase que totalmente a você. Porém, os custos da produção também recairão sobre você e sobre a empresa que você decidiu contratar para publicar.

editoras

Concursos Literários e publicação online podem ser uma boa opção

Concursos literários e publicações de ebooks são uma boa para autores iniciantes (eu sou exemplo, me inscrevo no máximo de concursos possíveis). Publicar pela amazon é totalmente gratuito e você pode fazer a divulgação da sua obra você mesmo, quem sabe alguma editora não se interessa se você tiver uma boa quantidade de vendas e demonstrar que sua história vale a pena ser publicada fisicamente.

Minha dica é procurar concursos de acordo com os gêneros que vocês escrevem e ler atentamente o edital para não fazerem nada errado. Há diversos sites que divulgam concursos e eles são ótimos para dar visibilidade a quem nunca publicou.

Como procurar editoras?

A primeira dica e a mais importante, nunca mande seu original para uma editora sem saber a política ou as normas da editora para recebimento. Imagine ser uma empresa e ficar recebendo envelopes e mais envelopes todos os dias pelos correios sem nem saber quem mandou (eles jogam fora seus originais sem dó e você terá desperdiçado seu dinheiro com correios)

Ache uma editora que publique livros do gênero que você escreveu

Não adianta enviar seu livro de fantasia para uma editora que publica auto-ajuda ou seu livro de ficcção para uma editora que publica livros acadêmicos. A primeira coisa a se fazer é olhar o catálogo das editoras ou os selos editoriais, que são departamentos ou divisões específicos dentro de uma editora para publicação de um determinado tipo de livro.

Uma editora pode ter vários selos (auto-ajuda, ficção, fantasia, concursos). Fiquem atentos para não mandar o original para a editora certa, porém para o selo errado.

Leia as regras no site da editora

Em sua maioria, as editoras tem suas regras no site da empresa. Se não tiverem, enviem um email (de forma educada, sem muitas informações ou já pedindo diretamente para publicar o livro).

Muitas Editoras só recebem por email ou só por correios. E num determinado período do ano (não adianta enviar em janeiro para uma editora que só recebe em maio).

Como abordar editoras?

A melhor maneira é lendo suas regras e política de recebimento de originais. Não aborde editores ou funcionários diretamente, eles trabalham de forma profissional e é esperado do autor o mesmo comportamento.

editor peter parker

Qual a importância de um Agente Literário?

O Agente Literário ou a Agente Literária é aquele profissional que trabalha com assessoramento de escritores e escritoras. Você deve pensar que para contratar esse tipo de profissional vai precisar de gastar rios de dinheiro, mas não é bem assim. A primeira coisa que você deve fazer é vasculhar a internet por agências literárias e agentes independentes e antes de entrar em contato, o mais importante, ver se: eles aceitam novos autores; qual o estilo ou gênero literário eles procuram; qual o método de contato, se é por e-mail, por correspondência, por preenchimento de formulário online (geralmente há informações no site ou na página da internet destes profissionais).

No meu caso, tive meu primeiro contato com uma agente por meio de uma Leitura Crítica, um serviço totalmente diferente do agenciamento, mas que valeu cada centavo. Pode custar um pouco caro, mas se nós queremos ser escritores ou escritoras profissionais temos de estar dispostos a investir alguma quantia em dinheiro, no meu caso (uma quantia bem pequena, que era o que eu tive condições de pagar).

O serviço de leitura crítica, que fornece um laudo ou relatório de um profissional do mercado editorial que irá ler sua obra e avaliar suas chances de publicação, mostrando os erros e acertos na sua obra e apontando o que deve ser corrigido, dentre outras questões. E foi através deste serviço que uma agente entrou em contato comigo, após ler o relatório do meu livro, ela demonstrou interesse e isso pode acontecer com vocês. Basta ter calma, paciência e não (repito, em hipótese alguma) pressionem profissionais (agentes, críticos, editores) para publicar seu livro. Os profissionais do mercado editorial lidam com obras sua vida toda e sabem quais livros estão preparados para vir a público, portanto, não os aborreça por conta de ego ou arrogância.

agente literario

Eu sei como é a sensação de achar que seu livro é a melhor coisa do mundo, eu também sempre achei isso. Mas com tempo e humildade, você percebe que é preciso mais do que ser bom, há detalhes e ajustes que devem ser feitos que não notamos por gostar muito de nossa obra.

Quanto irei gastar para publicar?

Como dito, vai depender do tipo de publicação, se é por editoras, online ou independente. Querendo ou não, é um investimento, você em algum momento terá que gastar (nem que seja uma quantia mínima). Procure enxergar qualquer valor como investimento ao invés de gasto, pois é um investimento que você está fazendo.

dinheiro investimento

Se eu não conseguir publicar com uma editora, como publicar independentemente?

Publicar independentemente pode ser uma boa, mas para isso vai ser preciso que você crie um público fiel. Invista em marketing online, contrate alguém para fazer um design atraente de uma capa (a primeira coisa que alguém irá olhar num livro será a CAPA, você pode ter uma história maravilhosa, mas se a CAPA não for atraente, talvez não atrairá a atenção dos leitores e leitoras).

Divulgue, divulgue, divulgue

A propaganda realmente é a alma do negócio. Porém, não seja chato ou insistente. A melhor maneira de divulgar um produto é oferecer ao público algo que eles possam se interessar, uma notícia, uma experiência, um conhecimento, compartilhe algo que a pessoa tenha interesse em ver compartilhado. Dentro desta propaganda, seja sutil ao divulgar o livro. Seja sincero e honesto sobre suas intenções, as pessoas gostam de quando somos verdadeiros.

Poderei viver só de direitos autorais? É possível viver de publicar no Brasil?

Infelizmente, no Brasil e no mundo, é extremamente difícil viver só de escrever. estamos acostumados a ver grandes autores como J.K Rowling e Stephen King, autores de Best-sellers e já pensamos que é possível viver só de escrever. porém, esta não é uma realidade para todos.

Uma pesquisa divulgada recentemente mostra que a maioria dos autores brasileiros não tem a publicação de livros como sua fonte de renda principal. Geralmente eles tem empregos e trabalhos (muitas das vezes envolvidos com o mercado editorial), mas os royalties (ou seja, o lucro da venda de livros) só serve para complementar a renda. Somente escritores e escritoras de renome conseguem viver só de publicar, é bom ter um emprego ou algo para ter renda durante a escrita, pois escritores iniciantes não conseguirão viver só de publicar, infelizmente.

A Lista abaixo resume minhas dicas:

  1. Busque uma editora compatível
  2. Leia as regras de envio de originais
  3. Tenha paciência
  4. Siga todas as instruções indicadas
  5. Registre seu livro
  6. Seja educado
  7. Procure ajuda profissional
  8. Crie um público/uma comunidade de leitores/leitoras fiéis
  9. Responda as críticas e esteja aberto a mudanças

Tentei colocar o máximo de dicas possíveis que consegui reunir através dos anos de escrita. Se alguém possuir críticas, sugestões, perguntas, não hesitem em entrar em contato. Estou sempre disposto a debater ideias. Obrigado por ficar até aqui.



 

Tem alguma sugestão? Acredita que faltou algo no texto ou  que eu poderia melhorar? Estou aberto a sugestões e a perguntas, ficaria muito feliz em respondê-los.

Se você gostou, curta, compartilhe, deixe seu comentário e siga a Página no Face. O Selo de Bartholomeu pode ser lido de graça no WATTPAD.

Até mais pessoal, toda quinta tenho um texto novo para vocês.

facebook-logo-64 wattpad 

No Comments Yet.

Leave a comment